Goiânia, Domingo, 17 de junho de 2018
11184861 Visitas
Notícias UGOPOCI

12/06/2018 - Homicídio

A Polícia Civil prendeu um jovem de 22 anos suspeito de matar um adolescente de 14 anos em um cemitério de Catalão, no sudeste de Goiás. A corporação informou que o homem confessou ter matado a vítima a tiros após encontrá-la assaltando sua casa. O jovem responde por homicídio e, se condenado, pode ficar detido por até 30 anos.

O G1 não localizou o advogado do preso para comentar o caso.

O delegado responsável pelo caso, Vitor Magalhães, informou que uma pessoa encontrou o corpo da vítima já em estado vegetativo no último sábado (9) e acionou a corporação. A mãe do adolescente, que já havia registrado o desaparecimento dele na quarta-feira (6), reconheceu o corpo no Instituto Médico Legal (IML) da cidade).

“As investigações apontaram para esse nome. Levantamos locais onde ele poderia estar e, na segunda-feira (11), efetuamos a prisão dele na casa dele. Em depoimento, ele confessou que chegou em casa, achou o adolescente assaltando a residência, o levou para o cemitério amarrado e atirou na cabeça dele”, contou.

Ainda conforme o delegado, o jovem contou ter agido sozinho. No entanto, a Polícia Civil aguarda resultado dos laudos da perícia e segue investigando para saber se a versão do preso é comprovada ou não.

“É difícil acreditar que tenha entrado no carro do autor, sido levado para zona rural sem resistir. Ou ele estava desacordado ou pode ter mais uma pessoa participando, estamos tentando elucidar isso. [...] Também investigamos se ele estava na casa do autor porque o conhecia ou se procede a versão dele”, pontuou.

Fonte: G1 Goiás