Goiânia, Domingo, 17 de junho de 2018
11184826 Visitas
Notícias UGOPOCI

09/03/2018 - Reunião da UPB/GO e FSF/GO

Na última terça-feira, dia 06/03/2018, representantes da União dos Policiais do Brasil-Goiás - UPB-GO, e Frente dos Servidores Federais em Goiás – FSF-GO, se reuniram na sede da União Goiana dos Policiais Civis – UGOPOCI, para deliberar sobre ações futuras do grupo.

Por unanimidade os presentes na reunião entenderam que as ações da UPB-GO/FSF-GO devem continuar. Que haja um planejamento de ações coordenadas nesta época de “trégua” em relação à reforma da previdência de tal modo que possamos buscar apoio da sociedade, seja contra as reformas que destroem direitos dos trabalhadores como na valorização do serviço público e seus servidores.

Vários pontos foram discutidos e aprovados, porém foi deliberado que para aqueles que implica custos financeiros tem que ser debatido com todas as categorias do grupo. Seguem os principais pontos da reunião.

1 – Contratação de uma jornalista para gestão de mídias sociais (Facebook, Instagram, Twitter, etc.)

Esse trabalho é importantíssimo para abrir os olhos da população em contraponto às propagandas negativas que o governo federal promove em relação à previdência e aos servidores públicos.

2 – Criação de um fundo com contribuições mensais e valores proporcionais às condições e tamanho de cada categoria da UPB-GO e FSF-GO.

Esse fundo seria depositado numa conta conjunta com pelo menos duas ou três assinaturas de representantes de categorias diferentes para sua movimentação. Serviria para arcar com os custos das ações da UPB-GO/FSF-GO. (carro de som, outdoors, panfletos, vídeos, etc.). Lembrando que em época de campanha outdoors , carros de som e outros serviços terão grande demanda e precisamos reservar.

3 – Maior aproximação com a mídia televisiva, jornais, rádios, etc., para conseguir maior espaço nas matérias espontâneas.

Esse trabalho é muito importante. A exemplo das Assessorias de Comunicação das Instituições (ASCOM), esse contato direto com equipes de jornalismo é essencial para que sejam pautadas matérias das nossas ações que, além de serem gratuitas tem o fato de serem publicadas como de interesse público e não interesse de determinadas classes.

4 – Reiniciar as ações da UPB-GO/FSF-GO mais intensamente no período da campanha e pós-eleição.

A reforma da previdência está apenas suspensa, porém sabemos quem é a favor da forma que ela está e quem é contra. Pensamos que isso deva ser repassado para a população, principalmente para os eleitores que moram nas localidades onde os parlamentares tiveram mais votos. Como foram as votações desses parlamentares no Congresso Nacional, seja em favor da sociedade de um modo geral ou contra o povo. Muitos políticos são camaleões conforme suas conveniências e a memória do povo é curta.

5 – Fazer exposições fotográficas em centros culturais e casas parlamentares tendo como tema o serviço público

Nessas exposições mostraríamos tanto aos parlamentares como a população a importância do serviço público na vida das pessoas. Além das fotos seriam expostas estatísticas, onde seriam demonstrados a necessidade de investimentos no serviço público para a melhoria de vida da população. Exemplificar que países com os melhores índices de desenvolvimento humano (IDH) são aqueles que mais investem no serviço público.

Desse modo, acreditamos que devamos continuar juntos. Os servidores públicos foram massacrados pela propaganda mentirosa do governo, mas foram eles que barraram a reforma da previdência. Isso provou que de maneira coordenada podemos muito mais.

Podemos trazer a sociedade para o nosso lado e demonstrar que somos nós servidores públicos o elo que liga o Estado ao interesse coletivo. Que não somos privilegiados por termos estabilidade e sim uma necessidade para que os servidores possam atuar com autonomia em nome do Estado Brasileiro e não de governantes. Que não temos várias garantias trabalhistas dos trabalhadores da iniciativa privada (FGTS, indenização por demissão, alíquota de PSS apenas sobre o teto do regime geral, etc). Além disso, a que maioria dos servidores tem dedicação exclusiva para melhor prestação de serviços à população.

Sabemos que temos nossas pautas específicas, mas isso não impede que possamos apoiar as categorias mutuamente nessas pautas, caso não sejam conflitantes com interesses de outras categorias.

Fonte: UPB-GO / FSF-GO