Goiânia, Terça-feira, 24 de outubro de 2017
10510327 Visitas
Notícias UGOPOCI

01/09/2017 - Regulamento do Hotel de Trânsito

REGIMENTO INTERNO DO HOTEL DE TRÂNSITO DA UGOPOCI

 

O Presidente da União Goiana dos Policiais Civis – UGOPOCI, no uso de suas atribuições estatutárias, visando disciplinar o uso do Hotel de Trânsito da entidade, baixa o presente Regimento Interno. 

Regimento Interno do Hotel de Trânsito da UGOPOCI

Art. 1º - Este Regimento Interno estabelece normas de relacionamento entre a direção da entidade e os associados para o bom funcionamento e a utilização do Hotel de Trânsito da UGOPOCI, situado à R. 59, Nº 73, Lt. 28, Centro, Goiânia-GO, CEP: 74.045-050.

§ Único – Apenas os sócios com suas obrigações sociais em dia, poderão usufruir dos direitos previstos neste Regimento Interno.

Art. 2º - O Hotel de Trânsito é imóvel com finalidade hospedeira, dotados de acomodações simples, destinadas aos associados da UGOPOCI e, eventualmente e a critério da direção, seus dependentes (conforme Art. 7º do Estatuto da UGOPOCI), em trânsito, instalação, viagem a serviço, período de estudo em curso de especialização ou tratamento de saúde.

Art. 3º - O Hotel de Trânsito da UGOPOCI, poderá ser utilizado pelas pessoas a seguir discriminadas:

Inciso I – Associados matriculados em cursos de aperfeiçoamento na Escola Superior da Polícia Civil;

Inciso II – Associados em tratamento de saúde;

Inciso III – Outros a critérios da diretoria da entidade.

Da Reserva:

Art. 4º - O critério a ser utilizado para o atendimento das solicitações de reservas será o cronológico, devendo ser feito de segunda a sexta-feira, das 08h às 18h, diretamente na sede da UGOPOCI, via telefone/fax ou eletronicamente via internet (website, e-mail).

Inciso I – O período de funcionamento do sistema de reservas é limitado pelo expediente administrativo da UGOPOCI, desobrigando a entidade a manter plantões.

Inciso II – Em nenhum caso será permitida a utilização de qualquer dos direitos de hospedagem sem prévia reserva.

Inciso III – A direção da entidade ou a gerência do Hotel de Trânsito se reservam no direito de atender as solicitações nos limites das vagas e possibilidades existentes.

Da Estadia e Responsabilidade dos Hóspedes

Art. 5º - O atendimento resume-se ao fornecimento de acomodações simples, individuais ou coletivas.

Inciso I – O usuário do Hotel de Trânsito deverá trazer: lençol, travesseiro, cobertores, toalhas e material de uso pessoal.

Inciso II – O tempo de estadia deverá ser definido e previsto no ato do preenchimento da ficha e atenderá o associado em períodos estritamente necessários ao fim solicitado, com prioridade para tratamento de saúde e estudos na Escola Superior da Polícia Civil, ou a critério da diretoria da entidade.

Inciso III – Não é permitido a entrada de animais de qualquer espécie aos aposentos do Hotel de Trânsito.

Inciso IV – Não é permitido o uso de aparelhos de som, de televisor ou fogão nos quartos.

Inciso V – A preparação de alimentos é permitida exclusivamente na cozinha do Hotel de Trânsito.

Inciso VI – A direção da UGOPOCI não se responsabiliza por quaisquer objetos ou valores deixados nas dependências do Hotel de trânsito, bem como proíbe a guarda de outros pertences estranhos que não sejam de uso estritamente pessoal.

Inciso VII – É proibido qualquer tipo de manifestação, locomoção, emissão de som ou qualquer barulho e conversas das 23h às 06h da manhã do dia seguinte, devendo o hóspede nesse período, se manter em silêncio (Lei do Silêncio).

Inciso VIII – O hóspede se responsabiliza por qualquer dano que venha ocorrer com as instalações físicas, chaves, móveis, utensílios, colchões, forros de camas, travesseiros, camas e demais objetos colocados à disposição, que eventualmente estejam sendo utilizados, devendo indenizar a entidade por qualquer prejuízo provocado, por si ou por qualquer de seus dependentes/parentes. Sem prejuízo de responsabilização, cível ou  criminal.

Inciso IX – Para efeito do ressarcimento dos danos provocados, o pagamento deverá ser efetuado em espécie à vista (em valor estipulado pela direção), por desconto em folha, ou ainda, pela substituição do bem/objeto.

Inciso X – Durante a estadia o associado/hóspede é responsável pela conservação da limpeza e ordem do espaço e dos utensílios que forem utilizados/usufruídos por ele ou pelos dependentes, evitar desperdícios e possíveis destruições do patrimônio, devendo manter o ambiente limpo, colaborando para a perfeita higiene do local.

Inciso XI – É terminantemente proibido o uso de bebidas alcoólicas de qualquer natureza nas dependências do Hotel de Trânsito.

Inciso XII – É proibido o uso das acomodações por acompanhantes que não tenha sido cadastrado pela direção.

Inciso XIII – A acomodação é separada por gênero, havendo leitos femininos e masculinos, não sendo permitida em hipótese alguma acomodação em cama de casal.

Inciso XIV – Ao sair do Hotel de Trânsito, o hóspede deverá desligar os aparelhos eletrônicos, lâmpadas e trancar as portas e portão, salvo se houver outros hóspedes. Neste caso, caberá ao último que sair, proceder na forma deste inciso.

Inciso XV – É proibido FUMAR ou usar qualquer tipo de droga ilegal nas dependências do Hotel de Trânsito, conforme legislação vigente.

Inciso XVI – Os trajes dos hóspedes deverão ser correspondentes ao ambiente, sendo proibido transitar nas dependências do Hotel de Trânsito somente envolvido (a) em toalhas ou apenas trajando roupas íntimas.

Disposições Finais

Art. 6º - O Hotel de Trânsito é patrimônio do sócio e foi criado única e exclusivamente para tender suas necessidades.

Art. 7º - Por se tratar de um bem comum, os direitos inerentes ao uso do Hotel de Trânsito se estendem a todos os sócios, desde que respeite os direitos dos demais associados.

Art. 8º - O não cumprimento deste Regimento Interno, na íntegra, pelos funcionários do Hotel de Trânsito da UGOPOCI e pelos associados e/ou demais hóspedes poderá acarretar advertências: (1) verbal; (2) suspensão por 03 ou 06 meses e até mesmo; (3) exclusão do associado e/ou hóspede quando o ato for considerado grave e causar danos e riscos aos demais.

Art. 9º - Todas as situações (diurnas ou noturnas) e/ou irregularidades, que ferirem o presente Regimento Interno deverão ser repassadas à Diretoria Executiva da UGOPOCI, as quais serão convertidas em relatórios registrados em livro próprio de ocorrência interna, inclusive por desrespeito às pessoas e à administração do Hotel de Trânsito. As omissões ficam sujeitas às  penalidades previstas no Estatuto Social da UGOPOCI.

Art. 10º Os casos omissos neste regimento interno serão decididos pela Diretoria Executiva da UGOPOCI.

Art. 11º - Fica eleito o foro da cidade de Goiânia-GO para dirimir questões suscitadas por este regimento.

Nossos contatos: Sede UGOPOCI – Rua 66 nº 138 Centro  (62) 32254215, (62)984176761, www.ugopoci.com.br, e-mail: ugopoci@yahoo.com.br

 

 

José Virgílio Dias de Sousa

Presidente