Goiânia, Domingo, 25 de junho de 2017
10217747 Visitas
Notícias UGOPOCI

06/01/2017 - Aniversário da UGOPOCI

Hoje, dia 06 de janeiro de 2017, a UGOPOCI - União Goiana dos Policiais Civis, uma das mais antigas entidades de representação dos servidores da Diretoria Geral da Polícia Civil, está completando 39 (trinta e nove) anos de existência.   Na verdade ela nasceu da vontade de cerca de 300 (trezentos) policiais remanescentes da antiga associação dos servidores da Secretaria de Segurança Pública que havia sido extinta há poucos anos. Esses policiais, observando a necessidade e a importância de ter uma representação para as várias carreiras policiais (na ocasião havia apenas a ADPEGO), reuniram-se e fundaram a UGOPOCI, entidade que hodiernamente goza de prestígio e credibilidade junto aos seus sócios, órgãos públicos, sociedade organizada e outras agremiações.

 

O reconhecimento ao longo dos anos se deu em decorrência da maneira corajosa, firme e responsável com que as diretorias da UGOPOCI imprimiram em seus mandatos em defesa dos direitos e interesses dos policiais civis, e outras vezes da própria Polícia Civil. Dado a sua relevância na representação classista, passou a ser referência e fonte de consulta para outras entidades.  Em face de sua atuação, adquiriu respeito, o que obriga as diretorias sucessoras a darem o melhor de si para manter o padrão de satisfação alcançado pela UGOPOCI.

Em jornada enfrentou muitos embates, situações dificílimas, agressões, retaliações, cerceamento de direitos, mas não retrocedeu, ao contrário, enfrentou com galhardia e altivez todos os obstáculos que foram surgindo, demonstrando aptidão para as várias resoluções de conflitos que lhe fora, apresentadas.

Todos os policiais, indiferente de ser ou não sócio, deveriam conhecer um pouco da história dessa entidade que nos últimos quase 39 (trinta e nove anos) foi uma voz incansável em defesa dos direitos dos policiais civis de Goiás. De fato, foram muitos embates, uns com vitórias outros não, mas nunca fugiu à luta e, esta foi uma marca que fez a UGOPOCI ser grande e destemida na busca dos ideais das várias carreiras que representa.

Uma entidade que se propõe a ser a defensora de diretos, não pode esperar outra coisa senão muito trabalho. Entretanto, ainda que imbuída desse espirito aguerrido próprio das grandes entidades de defesa de direitos, deve agir sempre com muita responsabilidade, tendo como norte a manutenção de direitos e conquista de outros. Não pode e não deve agir açodadamente desencadeando ações desastrosa que  possam causar prejuízo àqueles (as) que representa.

Apenas como ilustração, a UGOPOCI foi a primeira entidade representativa a liderar um grande panelaço nos idos dos anos oitenta, época difícil para realizar manifestações contra o Governo. Também comandou uma paralisação que ficou na história ainda nos anos oitenta. Foi protagonista de várias manifestações nos anos noventa. Na primeira década deste século foi a entidade que mais liderou greves no Estado de Goiás, somando-se mais de 16 mobilizações da categoria.

Com sua liderança ou participando diretamente do processo, conseguiu com o apoio de outras entidades estabelecer a exigência de nível superior para ingresso na carreira, implementação do subsídio, aposentadoria especial, lei orgânica da Polícia Civil, plano de cargos e remunerações, abono de permanência, conseguiu negociar o maior número de promoção de uma só vez em 06/07, ocasião em que mais de 1300 policiais que foram promovidos. O aumento do quantitativo de vagas de 2ª classe, 1ª classe e classe especial tiveram a UGOPOCI como protagonista, assim como a criação dos níveis para os policiais de classe única, dentre outras conquistas.

Para se ter  noção da importância das duas últimas afirmações, basta dizer que cerca de 60% a  70%  dos policiais aposentavam de 2ª classe e os colegas de classe única entravam com salário referência do agente de 3ª classe e aposentava-se com este salário, eram poucas as promoções e não havia progressão. Então, esta é uma entidade que pode falar e se orgulhar do trabalho realizado em prol de seus associados, embora na maioria das vezes seus esforços sejam aproveitados por aqueles que não são filiados a entidade. 

Portanto, é com grande prazer que PARABENIZO todas as diretorias anteriores nas pessoas de seus ex-presidentes, a começar pelo primeiro Presidente, Dr. Joaquim, seguido pelo Dr. Rosival Reis, depois nossos companheiros, Ademir Luiz, Reginaldo Melo, Luiz Gonsaga e Ademar Luiz, seja pela coragem daqueles que fundaram a UGOPOCI, seja pelo compromisso de todos os ex-presidentes de fazê-la grande e representativa. Quero aqui também enaltecer e parabenizar os ex-vices presidentes que assumiram a presidência da UGOPOCI, como os companheiros Vilmar Arys, Antonio Carlos (Carlão) e o Marcos Valverde.

Os caminhos percorridos até aqui nos mostra claramente que as conquistas vieram em decorrência da ajuda de um e de outro lado, não se consegue tantas vitórias lutando sozinho. Dai a importância da unicidade das entidades nas lutas classista e o empenho fundamental da de cada diretoria. Nossa gestão é bem recente, contudo sabemos que temos contribuído, e aos poucos avançado rumo ao que traçamos como objetivos, todavia, não haveria conseguido sozinho, razão que me leva a agradecer o apoio e dedicação dos membros da diretoria e conselhos, sabendo que certamente não teríamos sucessos sem a contribuição de todos.

Por fim, dizer que quando me propus a disputar a presidência da UGOPOCI, caso fosse eleito eu já sabia da responsabilidade em dirigir esta entidade. Que nesse momento reafirmar o compromisso da atual diretoria de continuar o trabalhando para a proteção dos direitos de todos os associados e honrando o nome da nossa polícia onde quer que estejamos e, sobretudo, honrar o nome desta entidade que muito nos orgulha e que tem o apoio de toda a família UGOPOCIANA. PARABÉNS UGOPOCI PELOS 39 ANOS DE EXISTENCIA EM DEFESA DOS DIREITOS E INTERESSES DOS POLICIAIS CIVIS E DA POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DE GOIÁS.


José Virgílio Dias de Sousa - Presidente

 

Ex-presidentes: Dr. Joaquim, Dr. Rosival, Ademir, Reginaldo, Luis Gonsaga e Ademar Luiz

Sede da UGOPOCI em Goiânia (1ª sede até a atual)